2018_05_01 Rua Braancamp



Arruamento com início na praça Marquês de Pombal e fim na Rua Alexandre Herculano, homenageia  Anselmo José Braamcamp que nasceu em Lisboa em 23/10/1819 onde faleceu em 13/11/1885. Político alfacinha, licenciou-se em Direito em 1840 na Universidade de Coimbra e foi nomeado delegado do procurador régio em Almada, cargo que exerceu até 1845, ano em que foi nomeado para idêntico lugar emLisboa vindo a exercer as funções de secretário geral. Quando o Marquês de Sá da Bandeira desembarcou no Algarve, já Anselmo Braamcamp lá estava ao lado da divisão militar como governador civil dos distritos do Sul. 
Acabadas as lutas com a entrada de Saldanha em Lisboa, foi eleito Deputado por um dos círculos desta cidade, ocupando o lugar por vários círculos até 1884. Foi ministro da Fazenda (1862), da Marinha e Ultramar (1866) e da Marinha (1868). Foi ainda líder do Partido Progressista (1875), ministro dos Negócios Estrangeiros (1879), para além ter orientado com Oliveira Martins, em 1885, o movimento político Vida Nova, de oposição a Fontes Pereira de Melo.

2018_05_09 Largo de São Miguel


"Há muito tempo que não via Alfama tão calma." comentava o Pedro Cabral. 
O jogo da bola entre os putos e a equipa dos turistas no adro da Igreja já tinha acabado. Anoitecia e Alfama perdia a luz levada pelo vento do fim da tarde. Eram poucos os turistas e a principal atração era a ratazana coxa e pelada que corria de buraco em buraco perseguida pelos putos que já tinham esquecido a cabazada que levaram dos turistas e pelos gritos das mães que sinalizavam qualquer avistamento do bicho com um sonoro e repelente: "Ai que gorda !!!"
O pó das obras do futuro Museu Judaico de Lisboa andava pelo ar. Tinha começado a demolição do prédio antigo do qual já só restavam algumas paredes meio destruídas e uma pilha de escombros. 
"Ainda no domingo as paredes estavam de pé." E o Pedro sabia pois tinha andado nos últimos dias pelas redondezas a preparar o workshop.
Tinha estado há uns anos no mesmo largo, quando a palmeira não tinha sido comida pelo escaravelho, num workshop do Richard Câmara em plenas festas de Lisboa. Como acontece todos os anos as barracas de comes e bebes comprimiam-se umas ao lado das outras competindo em estridência sonora deixando no meio um estreito carreiro para ser apinhado de gente.
Há muito tempo que não via Alfama tão calma.

2018_05_26 Encontro no Museu dos Coches


No dia 26 de Maio todos os caminhos irão dar ao Museu dos Coches.
O encontro promovido pelos Urban Sketechers de Portugal é aberto a todos os que queiram vir mas é necessária uma inscrição ( diariosgraficos@gmail.com) para atribuir um passe de entrada livre. Com esse passe é possível, ao longo do dia, entrar e sair dos dois edifícios (antigo e novo). Este encontro tem a parceria do Museu Nacional dos Coches e da Direção Geral do Património Cultural.




2018_04_12 Albertus Seba

Albertus Seba foi um zoólogo e farmacêutico. Nascido na Frisia Oriental, Seba mudou-se para Amsterdão como aprendiz e abriu, por volta de 1700, uma farmácia próxima ao porto. Seba pedia aos marinheiros e cirurgiões dos navios que lhe trouxessem plantas e produtos animais para ele usar na preparação de medicamentos. Acabou por colecionar espécimes de plantas e animais, formando uma importante coleção (composta por mamíferos, aves, moluscos, insetos e, sobretudo, serpentes).



Em 1734 Seba publicou um Thesaurus de espécimes animais com gravuras. Hoje, o volume original de 446 painéis está em exibição permanente na Koninklijke Bibliotheek em Haia na Holanda.